Normalmente faço diversas pautas por semana, e nem sempre são pautas que enche de orgulho. Porém, quando me deparo com aquela que conta um pouco sobre a história do seu povo, me da muita honra de registrar.

Nesta segunda-feira, por volta das 11h fui até o bairro Bella Vista em São José e registrei junto com a minha colega da secom, Aline Rebequi, uma das relíquias de Florianópolis.

Dois canhões provavelmente do século 18, encontradas durante a restauração da Casa da Câmara e Cadeia, estão sendo preparadas para serem apresentadas ao final das obras, neste segundo semestre. Uma delas pesa mais meia tonelada.

Depois de entregue, o prédio irá se transformar no primeiro Museu da Cidade. Somente os materiais que estão sendo retirados do local e tratados pelos arqueólogos já resultariam em uma bela exposição. Os canhões foram encontrados em outubro do ano passado, enterrados nos fundos da Casa da Câmara e Cadeia, e desde lá seguem em tratamento. As peças irão permanecer em tratamento até outubro, quando o procedimento completa um ano. Depois, farão parte das exposições fixas do Museu da Cidade.

Quando ficarem prontos a sociedades vai ter a oportunidade de ver de perto.

 

Anúncios